Hoje é dia de brincar a sério!

brincar jogos amigos

No Dia Internacional do Brincar, é dia de brincar e de brincarmos juntos! Mas atenção, que isto da brincadeira é mesmo um assunto muito sério…

Desde sempre que o brincar e a vertente lúdica da vida constituem uma parte fundamental da natureza e desenvolvimento humanos. Se, por um lado, os petizes se apropriam do mundo e aprendem a socializar quando brincam a imitar os crescidos, por outro, os adultos são capazes de se divertir à grande, sempre que ousam brincar como se ainda fossem pequeninos! Em todos os casos, brincar é essencial para a felicidade. Quando nos divertimos e rimos, o nosso organismo liberta dopamina, endorfinas e serotonina na corrente sanguínea, as hormonas da felicidade!

São muitas as vantagens do brincar, nas suas múltiplas vertentes. Para além do seu aspeto lúdico, de gozo e entretenimento, essencial a todo o ato de brincar, capaz de nos rasgar sorrisos e dar à vida aquela leveza descontraída dos contos de fadas e das façanhas dos super-heróis, as brincadeiras são também uma forma privilegiada de aprender mais sobre o mundo, sobre si e sobre os outros. Podemos até adaptar o nosso velho ditado e afirmar que é “a brincar que a gente se entende!”.

Assim, não é de estranhar que até no contexto de trabalho seja fundamental saber brincar e rir, no momento certo, claro! A verdade é que as brincadeiras fortalecem o espírito de equipa e promovem o bem-estar, o que, como se sabe, tem implicações diretas na motivação e produtividade.

Pois é, pais e filhos, adultos e crianças, educadores e alunos, amigos, colegas de trabalho, todos ficam verdadeiramente a ganhar quando se entregam juntos ao jogo da brincadeira! Por isso, depois de um período em que tivemos de abdicar de muitas das nossas diversões favoritas, é tempo de retomar as nossas gargalhadas mais energéticas e de adaptá-las aos novos hábitos quotidianos. Para entrarem nesta brincadeira da qual todos podem fazer parte, espreitem as dicas que aqui deixamos:

  1. Viagem até ao passado, ao ar livre!
    Com o bom tempo com que temos sido presenteados nos últimos dias, nada melhor do que atividades ao ar livre para acordar o corpo e libertar o espírito! Que tal recordar algumas das brincadeiras da nossa infância e partilhá-las com os mais novos? Basta encontrar um sítio arejado, pouco movimentado e espaçoso e voilá: estão instaladas as condições perfeitas para as brincadeiras em família! Do Mata, ao jogo da Bandeira, até à tradicional apanhada, as opções são várias.  É só escolher com que atividade querem dar as maiores gargalhadas!
  2. O analógico ainda existe!
    Hoje em dia, com a tecnologia, muitas vezes os jogos digitais são a nossa primeira opção, o que acaba por deixar de parte uma componente muito importante de toda e qualquer brincadeira: a interação social! Neste período de aconselhado recolhimento, que tal recuperarmos um pouco dos jogos de raciocínio analógicos? Em família, com amigos ou até a dois, não há brincadeira mais desafiante e divertida do que um serão de mímica, uma divertida hora de “quem sou eu?” ou um bom bocado passado a jogar ao STOP!
  3. A criatividade é a maior aventura!
    Para todos aqueles que vivem para o movimento, brincar nunca foi tão fácil! Tudo é possível com um pouco de criatividade, por isso, acreditem que, com imaginação, todos podemos participar nos próximos jogos olímpicos. Bom… pelo menos nos de lá de casa! Com objetos quotidianos como esfregões da loiça ou esponjas do banho, latas, cordas e bolinhas, a brincadeira do tiro ao alvo ganha outros contornos! Alvos desenhados no chão e esponjas molhadas, latas penduras nas árvores e bolas prontas a ser lançadas, enfim, estão prontos para provar quem tem melhor pontaria lá em casa?

Já estão cheios de energia? Pois brinquem! Em casa, no parque, no trabalho, em família, sozinhos ou acompanhados. O importante é que brinquem. Afinal, há sempre tempo para ser feliz!

Partilhe este artigo:

We connect,
you win